Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • O texto está em espaço simples; usa fonte Calibri de 11-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos abaixo.

Diretrizes para Autores

Foco e escopo 

Revista online, de livre acesso, com publicação em fluxo contínuo e fechamento de dossiês temáticos semestrais. Tem como objetivo central estimular o debate e o diálogo entre pesquisadores e profissionais, de diferentes áreas do conhecimento, que tem como escopo de trabalho as reflexões sobre documentos e informações de natureza arquivística em seus processos de gestão, preservação, acesso e difusão, educação, pesquisa  e outras formas de expressão intelectual. 

Recebemos artigos e relatos de experiência para dossiê temático e  em fluxo contínuo artigos livres, relatos de experiência, textos críticos e provocativos para a seção "ensaios e debates"; traduções; entrevistas, apresentação de conjuntos documentais na seção "Arquivos em foco"; notas de pesquisa e resenhas .

Além das seções científicas disponíveis nesta plataforma, o portal da Revista do Arquivo dá acesso ao conteúdo de divulgação científica e cultural, de seções editoriais com abordagem dinâmica voltada ao público amplo. "Intérpretes do Acervo", "Prata da Casa", "No Mundo dos Arquivos", "Novidades do Acervo" e "Podcast" funcionam como portas de entrada para o cidadão interessado em mergulhar no universo dos arquivos e suas diferentes interfaces. 

Normas de submissão 

A Revista do Arquivo aceita colaborações em português, espanhol, francês e inglês, para todas as seções. Eventualmente pode-se aceitar o recebimento de artigos em outras línguas em função da organização da edição.

Os manuscritos devem ser fornecidos no formato DOC, DOCX ou RTF. O texto deve ser apresentado em Times New Roman, tamanho 12, entrelinha 1,5, parágrafo 1,5, texto justificado, recuo de citação 4, fonte 11, notas de rodapé em Times New Roman, tamanho 10. Margens 2,5cm, folha A4 (21cm x 29,7cm). O título em negrito, fonte 14, os subtítulos em negrito, sem numeração, fonte 12. As notas devem ser apenas explicativas. As referências devem constar ao final dos manuscritos.

Os manuscritos de todas as seções devem ser acompanhados de folha de rosto em que constem: nome do/a autor/a; ORCID (Open Researcher and Contributor ID) do/a autor/a; instituição de afiliação; cargo ocupado na instituição; cidade, estado e país da instituição; e-mail do(s)/a(s) autor(es)/a(s); financiamento(s) recebido(s) e agradecimentos. Quando houver mais de um/a autor/a, fornecer as informações acima referentes a cada autor/a. Nenhum outro local do manuscrito deve permitir a identificação da autoria.

Os manuscritos de todas as seções, exceto Resenhas, devem vir acompanhados de resumo no idioma do manuscrito com, no máximo, mil caracteres com espaços inclusos, explicando os objetivos, marcos cronológicos e espaciais da pesquisa, a metodologia, e o argumento principal do artigo.

Os manuscritos para a seção Resenhas devem ter título diferente da obra resenhada. Devem ainda apresentar a referência completa, incluindo número de páginas da obra resenhada. A imagem da capa deve ser fornecida em arquivo separado, com resolução mínima de 300 dpi, em formato JPEG ou PNG.

Os manuscritos de todas as seções, exceto Resenhas, devem vir acompanhados de resumo no idioma do manuscrito com, no máximo mil palavras, com espaços inclusos, explicando os objetivos, marcos cronológicos e espaciais da pesquisa, a metodologia, e o argumento principal do livro. Os autores devem apresentar entre três e cinco palavras-chave, no idioma do manuscrito, representativas do conteúdo do trabalho.

Nas citações diretas, é necessário especificar o autor, o ano e a página da citação. Todas as citações de obras em outros idiomas devem ser traduzidas para o idioma do manuscrito; a inclusão do trecho original em Nota é opcional. As citações com até cinco linhas são apresentadas no corpo do texto, entre aspas duplas e sem itálico. As que ultrapassam cinco linhas aparecem em parágrafo isolado, com recuo de 4 cm e espaçamento simples.

Pede-se que destaques de termos ou expressões no texto sejam feitos com aspas duplas, nunca com itálico ou negrito. Itálico só é utilizado para destacar palavras estrangeiras e títulos de livros e periódicos. Para destacar trechos dentro de uma citação, use aspas simples.

Figuras, gravuras, gráficos e desenhos em geral devem ser apresentados em arquivos separados do texto, em formato JPEG ou PNG, com resolução mínima de 300 dpi. Local sugerido de inserção de cada ilustração deve constar no corpo do manuscrito. Cada figura deve ser numerada, com título centralizado, juntamente com legenda abaixo da figura, indicação de fonte de referência, tamanho 11, alinhadas à margem esquerda da figura. Somente serão publicadas quatro (4) ilustrações por artigo (exceto seção Arquivos em Foco), devidamente acompanhadas de autorização para publicação quando for o caso.

As Imagens devem ter resolução mínima de 300 dpi, salvas em formato JPEG ou PNG, e enviadas em separado, nunca apenas ‘coladas’ no manuscrito, e com referências de origem para o devido crédito.

Tabelas e quadros devem ser numerados, apresentados no corpo do texto, com conteúdo editável, título centralizado, legenda fonte 11, acompanhando a margem esquerda da imagem. O conteúdo de ser apresentado com espaçamento entre linhas simples.

As Notas, devem ser restritas ao mínimo indispensável, ser explicativas, numeradas com algarismos arábicos e inseridas como notas de pé de página, utilizando a ferramenta do processador de texto. As notas não devem ser usadas para menção a documentos ou obras citadas.

Todos os documentos citados no corpo do texto deverão ser apresentados em seção própria ao final do texto intitulada Referências, nunca em nota de rodapé ou de fim.

Referências

As referências listam conjuntamente fontes primárias e secundárias. Serão ordenadas alfabeticamente pelo sobrenome do autor. Obras do mesmo autor serão listadas da mais recente para a mais antiga. Em casos de autor com mais de uma obra publicada no mesmo ano, serão acrescentadas ao ano letras minúsculas, em ordem alfabética (por exemplo: 1980a, 1980b).

O prenome do(s) autor(es) aparece por extenso.
Não abrevie títulos de periódicos.
Título de livro ou de periódico aparece em itálico.
Um autor (sem espaços entre os prenomes):

PAES, Marilena Leite. Arquivo: Teoria e prática. Rio de Janeiro, FGV, 2004, 3ª ed.

Dois autores (separar os autores por ponto e vírgula (;) sem espaços entre os prenomes):

DURANTI, Luciana; PRESTON, Randy. International research on permanent authentic records in electronic systems (InterPARES) 2: experiential, interactive and dynamic records. Padova: Associazione Nazionale Archivistica Italiana, 2008.

Três autores (separar os autores por ponto e vírgula (;) sem espaços entre os prenomes):

GUENTHER, Rebecca Squire; DAPPERT, Angela; PEYRARD, Sébastien. An Introduction to the PREMIS Data Dictionary for Digital Preservation Metadata. In: Digital Preservation Metadata for Practitioners. Springer International Publishing, 2016. p. 23-36.

Mais de três autores (descrever o 1º autor seguido da expressão et al. sem itálico):

PREMIS EDITORIAL COMMITTEE et al. PREMIS data dictionary for preservation metadata. Version 3.0. 2015. Disponível em: <http:// www.loc.gov/ standards/ premis/ v3/ premis-3-0-final.pdf.> Acesso em: 12 jun. 2017.

Autor entidade:

CONSELHO NACIONAL DE ARQUIVOS. Câmara Técnica de Documentos Eletrônicos - CTDE. Modelo de Requisitos para Sistemas Informatizados de Gestão Arquivística de Documentos (e-ARQ-Brasil). Rio de Janeiro. 2011.

Autor desconhecido:

Referenciar pelo título, com a primeira palavra em maiúscula;

ENCYCLOPEDIA of Database System. New York: Springer-Verlag, 2009. Disponível em: <http://tomgruber.org /writing /ontology-definition- 2007.htm>. Acesso em: 13 nov. 2012.

DIAGNÓSTICO do setor editorial brasileiro. São Paulo: Câmara Brasileira do Livro, 1993. 95p.

Publicações em Meio Eletrônico:

Seguir os mesmos exemplos de livro, capítulo de livro, artigos de periódicos, artigos de jornais, dissertações e teses etc., acrescentando-se no final da referência a informação: Acesso em:

CUNHA, M.B. da. Biblioteca digital: bibliografia das principais fontes de informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 39, n. 1, p.88-107, jan./abr. 2010. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ index.php/ ciinf /article /view /1730/1359>. Acesso em: 02 dez. 2010.

Livro:

LEITE, F.C.L. Como gerenciar e ampliar a visibilidade da informação científica brasileira: repositórios institucionais de acesso aberto. Brasília: Ibict, 2009. 120p.

Capítulo de Livro:

ROBREDO, J.; VILAN FILHO, J.L. Metrias da informação: história e tendências. In: ROBREDO, J.; BRÄSCHER, M. (Org.). Passeios pelo bosque da informação: estudos sobre a representação e organização da informação e do conhecimento. Brasília: IBICT, 2010. p.184-258.

TORRES VARGAS, G.A. Modelo de acceso en el medio digital. In:______. El acceso universal a la información, del modelo librario al digital. México: UNAM; Centro Universitario de Investigaciones Bibliotecológicas, 2010. p. 75-87.

Artigos em Revistas:

ROMANOS DE TIRATEL, S.; GIUNTI, G.M.; CONTARDI, S. Cambio y permanencia en las estrategias de difusión del conocimiento: estudio comparativo de los investigadores de ciencias del hombre. Ciência da Informação, v.40, p.379-395, 2011.

ROCHA, Cláudia Lacombe. Glossário multilíngue do Projeto InterPARES 3. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, p. 76-90, 2011.

Dissertações e Teses:

SANTOS JUNIOR, E.R. Repositórios institucionais de acesso livre no Brasil: estudo Delfos. 2010. 177p. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Universidade de Brasília, Brasília, 2010.

Artigos em Jornais:

SUAIDEN, E.J. Diretor do IBICT fala sobre divulgação científica. Jornal da Ciência, São Paulo, 7 fev. 2013. Disponível em: < http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=85760> Acesso em: 15 abr. 2014.

Evento no Todo:

ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 11., 2010, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: UFRJ, 2010. 1 CD-ROM.

Trabalho Apresentado em Evento:

Para referenciar este trabalho resultante de evento, utilizam-se os seguintes elementos: autor(es), título do trabalho, expressão &ldquo;In&rdquo; (seguida por dois pontos), título do evento, número correspondente à edição do evento (seguido por ponto), ano e local de realização, título do documento (anais, atas, resumos etc.), local, editora, data de publicação e intervalo de páginas.

NAZAR, M. Archivos, archivistas y acceso a la información: entre la normativa, los principios y la responsabilidad. In: Congreso de Archivología del Mercosur, 12., 2017, Córdoba. Conferencias magistrales; compilado por CONTRERAS, M.; MOYANO, M.F. - 1a ed. - Córdoba: Redes, 2018; p. 18-37.

Para autores e ou títulos repetidos, colocar 5 traços sublineares seguidos de ponto final. _____.

BRAMAN, S. The micro and macroeconomics of information. Annual Review of Information Science and Technology, v.40, n.1, p.3-52, 2006.

_____. An introduction to information policy. In: _____. Change of state: information, policy, and power. Cambridge, MA: MIT Press, 2006. p.1-8. Disponível em: <http://www.uwm.edu/~braman/bramanpdfs/027_Braman_Chapt1.pdf>. Acesso em:10 set. 2011.

Autor(es) coincidentes, colocar em ordem cronológica crescente.

BELLOTTO, H.L. (2008)

BELLOTTO, H.L. (2014)

Acrescentar letras minúsculas após o ano para trabalhos do mesmo autor e mesmo ano, considerando a ordem alfabética do título:

Artigos do dossiê

Artigos origais submetidos pelos autores dentro da temática especificada na chamada do dossiê, avaliado por pares. (até 9 mil palavras)

Artigos livres

Artigos originais submetidos pelos autores em fluxo contínuo abordando as temáticas centrais da Revista.

Versão

Artigo científico ou texto relevante para a Arquivologia, originalmente publicado em língua estrangeira, traduzido para o português. (até 9 mil palavras)

Relatos de Experiência (dossiê)

Contempla a troca de conhecimentos, problematizações, soluções voltadas para a gestão, preservação, difusão e ação educativa em acervos. Recebimento para composição de dossiês temáticos, atendendo às chamadas, e também Relatos com tema livre, relacionados à linha editorial da revista, em fluxo contínuo. (até 4 mil palavras)

Relatos de Experiência (livre)

Contempla a troca de conhecimentos, problematizações, soluções voltadas para a gestão, preservação, difusão e ação educativa em acervos. Recebimento para composição de dossiês temáticos, atendendo às chamadas, e também Relatos com tema livre, relacionados à linha editorial da revista, em fluxo contínuo. (até 4 mil palavras)

Ensaios e Debates

Publicação de artigos com conteúdo original, bem fundamentado, com potencial gerador de debates na área da arquivologia, ainda que não cumpra todos os requisitos formais típicos de artigos acadêmicos. (até 5 mil palavras)

Notas de Pesquisa

Relato preliminar de pesquisa em andamento enfatizando hipóteses, progressos e dificuldades de pesquisas a partir da utilização problematizada de fundos, coleções e documentos de arquivo (até 3 mil palavras).

Arquivos em foco

Apresentação e contextualização de conjuntos documentais, sejam fundos, coleções, tipologias, com a organização de documentos para publicação (imagens, fotografias, documentos com transcrição paleográfica); ou mesmo a apresentação e contextualização de instituições de gestão e preservação de acervos documentais. (a´té 5 mil palavras, 10 imagens)

Resenha

Texto curto com análise crítica de livros e artigos publicados nos útlimos dois anos. (até mil palavras)

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.